Novela “A Escrava Isaura” Resumo dos Próximos Capítulos | Resumo das novelas Globo, SBT, Record, Canal Viva e Band

Novela “A Escrava Isaura” Resumo dos Próximos Capítulos

A Escrava Isaura. Saiba mais sobre a novela da Record “A Escrava Isaura” e confira o resumo dos próximos capítulos: Isaura (Bianca Rinaldi) nasce em 1835, na fazenda do Comendador Almeida (Rubens de Falco), em Campos. Ela é filha da bela Juliana (Valquiria Ribeiro), escrava do Comendador, e do feitor da fazenda, seu Miguel (Jackson Antunes). Juliana morre pouco depois do parto, e Isaura é criada e educada por Gertrudes (Norma Blum), esposa do Comendador, que sempre quis ter uma filha. Apesar da excelente educação e de ter a pele clara, Isaura é escrava do Comendador. …ler a sinopse completa

Depois de contar a história de amor entre a escrava Juliana e o feitor Miguel e o nascimento de Isaura, a trama da novela avança para 1854, quando Isaura tem 19 anos e é uma bela casta donzela. Tudo se complica na vida dela, quando volta para a fazenda o senhor Leôncio (Leopoldo Pacheco), filho do Comendador, que desenvolve uma paixão louca pela linda escravinha. Leôncio é obrigado a se casar por interesse com Malvina (Maria Ribeiro), filha do rico Coronel Sebastião (Paulo Figueiredo), mas mesmo assim tenta seduzir Isaura, querendo que a donzela seja sua amante. Contudo, todas as tentativas e propostas de Leôncio são sempre rechaçadas pela virtuosa Isaura.

Gertrudes tem muita vontade de dar a liberdade à sua querida Isaura, mas morre antes de conseguir realizar este objetivo. Pouco depois da morte de Gertrudes, o Comendador Almeida também morre. Leôncio queima o testamento onde ele deixava a alforria para Isaura e torna-se assim o dono de escrava.

A vida de Isaura piora muito com a morte de Gertrudes e do Comendador. Leôncio se torna cada vez mais insistente, e sua paixão secreta pela escrava é descoberta, primeiro por Henrique (Gabriel Gracindo), cunhado de Leôncio, que também é apaixonado por Isaura; e logo depois por Malvina, que não demora muito a perceber a obsessão de seu marido pela bela escrava.

Leôncio se recusa a vender Isaura para Miguel, o pai da escrava, que há 20 anos junta dinheiro, com o maior sacrifício, para comprar a liberdade da filha. Muito magoada Malvina então volta para a casa de seu pai, o Coronel Sebastião. Com isso, Isaura fica à mercê de Leôncio, que ameaça castigá-la, se ela não ceder à paixão que ele sente por ela. Isaura é obrigada a fugir com seu pai para não ter que ceder a Leôncio.

Isaura e Miguel são auxiliados na fuga pela Condessa Tomásia (Mayara Magri), mulher que sofreu muito nas mãos de Leôncio, foi abandonada por ele, sem um tostão – quando ele se casou com Malvina – e depois se tornou muito rica ao se casar com o Conde de Campos (Carlo Briani) e virar a Condessa. Isaura e o pai são perseguidos por Martinho (Cláudio Curi), o capitão-do-mato, mas conseguem fugir, disfarçados.

Isaura se refugia numa chácara perto de São Paulo, onde adota o nome de Elvira, e vive longe de tudo e todos. Porém, o jovem abolicionista Álvaro (Theo Becker) a conhece, porque gosta de nadar perto do lugar onde Isaura vive. O amor nasce entre os dois jovens, mas Isaura foge de Álvaro. Ela sabe que não pode ser dele, porque é uma escrava fugitiva. Apaixonado por ela, Álvaro desiste do casamento com Branca (Renata Dominguez), irmã de seu melhor amigo, Geraldo (Caio Junqueira).

Pouco tempo depois, Álvaro insiste em levar Isaura a um baile, onde ela acaba por ser reconhecida por Martinho, o capitão-do-mato, que estava à sua procura. Álvaro protege Isaura e tenta impedir Martinho de levá-la, mas o juiz ordena que Isaura seja re-entregue ao seu dono, Leôncio, que vem buscá-la.

Contudo, Leôncio já tinha re-atado o seu casamento com Malvina, que voltou à casa, e agora é ela quem impede que ele continue a importunar a escrava. Malvina exige que Leôncio cumpra a vontade de seus pais e dê a liberdade a Isaura.

Sem outra saída, falido, dependente do dinheiro do sogro, Leôncio é obrigado a concordar, mas para se vingar, resolve que vai dar a liberdade a Isaura, com a condição dela se casar com o monstruoso e cordunda Belchior (Ewerton de Castro), o jardineiro da fazenda. Já que Isaura não vai ser sua, Leôncio resolve entregá-la para o mais feio de todos os habitantes da cidade. É esta a condição que ele estabelece para dar a carta de alforria a Isaura.

Contudo, a Condessa Tomásia, resolvida a fazer Leôncio pagar por todas sua maldades, usa todo seu dinheiro para forçar a falência, primeiro de Leôncio e depois do seu sogro, o Coronel Sebastião. A Condessa e Álvaro resgatam a hipoteca de todos os bens de Leôncio, inclusive a escava Isaura, que deixa de ser prioridade de Leôncio, no mesmo dia em que ia ser forçada a se casar com o horrível corcunda Belchior.

Com a maioria das personagens ali presente, na fazenda, por conta dos acontecimentos, Leôncio aparece assassinado, misteriosamente, dentro do seu quarto.

Mesmo depois de descoberto o verdadeiro assassino de Leôncio, Isaura ainda corre risco, por causa de Branca, que não se conforma em ter perdido Álvaro para ela. Mas a felicidade é o destino do casal apaixonado, e a bela casta Isaura consegue se casar, pura e inocente, com seu amado, no fim da história.

É a mesma história de amor, em forma de folhetim, que há mais de cem anos encanta os brasileiros de todas as idades, com acréscimo de poucos personagens, para rechear a trama. Além da história principal, acima descrita, vamos contar na novela também o amor de Helena (Fernanda Nobre), a filha caçula do Coronel, por Gabriel (André Fusko), o irmão de Tomásia. Nesta trama, vamos nos inspirar mesmo em “Romeu e Julieta”, de Shakespeare.

Além destes personagens, temos ainda João (Ivan de Almeida) e Joaquina (Chica Lopes), dois velhos escravos, que ajudam Isaura, como podem, na fazenda; a invejosa Rosa (Patrícia França), escrava como Isaura, que faz tudo que pode contra a mocinha de nossa história e é na realidade filha do Coronel Sebastião; o escravo André (Déo Garcês), rapaz de excelente caráter, também apaixonado por Isaura, que foge da fazenda e se torna líder de um quilombo; Bernardo (Christovam Neto), um negro que acha um velho garimpo e se torna um dos homens mais ricos da cidade; Moleca (Bárbara Garcia), uma escravinha apaixonada por André, que rejeita Bernardo e depois se arrepende quando ele fica muito rico.

O fundo histórico da novela é a luta pela liberdade dos escravos, ainda no começo da causa abolicionista, no florescimento da cultura do café, em nosso país.

Fechar Sinopse

A Escrava Isaura resumo dos próximos capítulos. Leia o resumo semanal da novela

Confira o resumo da novela A Escrava Isaura e fique por dentro dos próximos capítulos

SEGTERQUAQUISEX
17
07
18
07
19
07
20
07
21
07
24
07
25
07
26
07



Segunda-Feira, 17 de Julho

Capítulo 136: Branca resolve envenenar Isaura.

Belchior sente-se pressionado com as perguntas de Perpétua e foge. Gabriel quer ir atrás dele, mas cai da cadeira.

Álvaro conta a Isaura sobre os novos assassinatos. Isaura passa a acreditar nas palavras de Álvaro sobre o ocorrido com Branca.

André e João vão atrás de Belchior. Diogo visita Helena.

Aurora e Henrique fazem as pazes.

Terça-Feira, 18 de Julho

Capítulo 137: o Comandante vai até à fazenda do Coronel.

Branca encontra Isaura na prisão e ameaça-a de morte. Rosauro leva comida para Isaura.

Branca despista-o e coloca veneno na comida. Isaura janta sem saber.

Geraldo beija Malvina com ardor e diz que deseja tê-la. O Comandante suspeita de Álvaro e Miguel.

Acredita que eles querem inocentar Isaura. Rosa lembra-se de uma conversa com Leôncio sobre as pessoas que ela não gosta.

Isaura contorce-se com dores e grita para os guardas.

Quarta-Feira, 19 de Julho

Capítulo 138: Rosauro ajuda Isaura que diz ter sido envenenada.

Álvaro sente uma dor no peito, mas passa-lhe. Rosa fica irritada com as acusações de Joaquina e João.

Belchior conversa com uma flor presa numa árvore e diz que corre risco de vida. Comandante conversa com o Cel.

Sebastião. Rosauro pede ajuda a Isaura.

Branca conta à sua mãe que envenenou Isaura. Tomásia recebe a notícia do envenenamento de Isaura.

Cel. Sebastião também recebe a notícia.

O Comandante volta para a cadeia. Diogo sai logo em seguida.

João avisa Álvaro sobre o estado de Isaura. Diogo examina Isaura e diz ao policia que precisa tirá-la de lá.

O Comandante proíbe. Diogo coloca ventosas nas costas de Isaura.

Rosauro comenta sobre a visita de uma bela rapariga na cadeia. Preocupado com Isaura, Álvaro diz ter matado Leôncio.

Isaura é libertada e Álvaro preso. Rosa diz a André que provavelmente foi Branca que envenenou Isaura.

Belchior lembra-se das maldades de Leôncio. Francisco procura Belchior para que ele lhe conte tudo o que sabe.

Francisco tem uma arma na mão. Bernardo avisa que o quilombo será atacado.

Álvaro diz ao Comandante que mentiu. O policial irrita-se e diz que ele será condenado mesmo assim.

Quinta-Feira, 20 de Julho

Capítulo 139: André consegue chegar com o antídoto do veneno, para curar Isaura.

Geraldo descobre que foi sua irmã quem envenenou Isaura. Francisco é aprisionado na cela ao lado de Álvaro e fala desaforos para Álvaro.

Rosa diz não ter pena do sofrimento de Isaura e então André resolve acabar o namoro com ela. O Coronel Cunha pede que Henrique não fale sobre Isaura e promete ao filho trazer notícias, para tranquilizá-lo.

Como que por milagre Isaura sobrevive. Geraldo sugere que a irmã e a mãe, viajam o mais depressa possível pois Branca poderá vir a ser presa a qualquer momento.

André e o tio João, recebem a notícia de que o quilombo vai ser atacado e partem para ajudar os quilombolas. Tibério ajuda Moleca e Basílio a esconderem-se na mata.

Malvina não resiste aos encantos de Geraldo e entrega-se a ele. Isaura fica desesperada ao saber que Álvaro confessou ser o assassino de Leôncio, para que ela pudesse ser salva.

O Comandante Santana dá ordens ao Sargento Aloísio e aos soldados, para que ataquem o Quilombo de Mauê. O Coronel Sebastião, avisa Henrique que o quilombo vai ser invadido pela Guarda Nacional.

Francisco é solto por falta de provas.

Sexta-Feira, 21 de Julho

Capítulo 140: Henrique aceita a sugestão do seu pai e promete que mandará homens, para ajudar na defesa do quilombo.

Miguel e Tomásia ficam indignados, ao chegarem à esquadra e presenciarem a libertação de Francisco. O Comandante Santana vai à pensão e prende Branca.

Belchior escondido no mato, tem pesadelos ao seonhar com o senhor Chico. Bernardo reúne os quilombolas para defender o quilombo.

Rosa procura por Belchior e mais uma vez, convence-o a ficar quieto e não dizer nada sobre a morte de Leôncio. Álvaro emociona-se ao ler a carta de Isaura.

O Sargento Aloisio é morto no confronto com os quilombolas. André e Tio João, conseguem ajudar na batalha contra a Guarda Nacional e vencem os soldados.

Tomásia chora ao lembrar-se que não pode engravidar e Miguel consola-a dizendo que adoptarão muitas crianças. Rosa promete fazer um escândalo no casamento do seu pai e dos seus irmãos, para conseguir a sua carta de alforria.

Malvina aceita casar-se com Geraldo. Gabriel consegue andar com a ajuda de muletas.

Estela desabafa com a amiga Perpétua e conta sobre a loucura de Branca. Durante a acareação na esquadra, Branca afirma que está grávida de Álvaro.

Segunda-Feira, 24 de Julho

Capítulo 141: na esquadra, Branca totalmente enlouquecida, continua afirmando que o filho que espera é de Álvaro.

Diante da situação, o Comandante Teobaldo Santana convence-se de que Branca realmente está fora de seu juízo e manda que a levem presa, para o sanatório. Os quilombolas comemoram a vitória da batalha contra a Guarda Nacional.

Perpétua emociona-se com a visita de Gabriel que já anda, com a ajuda de muletas, e que a convida para o acompanhar à cerimônia de casamento do seu pai e seus irmãos. Gioconda bastante nervosa, diz aos seus familiares que vai desistir de casar-se com o Coronel.

Belchior esconde-se na fazenda de Álvaro com a ajuda de sinhá Joaquina. Rosa vai até a casa do seu pai e promete fazer um escândalo durante o casamento, caso ele não lhe dê a carta de alforria.

O senhor Chico encontra Belchior e ameaça-o com uma arma, mas foge com a chegada da milícia à fazenda. O Comandante prende Belchior que continua a negar saber de alguma coisa, sobre a morte de Leôncio.

O Coronel Cunha sente-se incomodado com a presença de Serafina e Flor de Lis na igreja. As noivas chegam e o sacerdote dá início à cerimónia.

Terça-Feira, 25 de Julho

Capítulo 142: o Padre celebra a cerimônia de casamento de Sebastião e Gioconda, Henrique e Aurora e de Diogo com Helena.

Na prisão Álvaro tenta em vão, fazer com que o senhor Belchior lhe conte quem matou Leôncio. André e tio João vão para a festa, avisar Isaura que o senhor Belchior está preso.

Os três casais de noivos comemoram o casamento, com uma bonita festa na casa do Coronel Sebastião Cunha. Rosa cumpre o que prometeu e faz um escândalo diante de todos os convidados e o Coronel enfurecido expulsa-a da festa.

Gioconda pede, como presente de casamento, ao seu marido Sebastião Cunha, que venda Rosa a Isaura. Rosa decepcionada com a atitude do seu pai chora, mas logo é surpreendida pela notícia de que Isaura lhe dará a sua tão sonhada carta de alforria.

Isaura vai até à prisão, conversa com Belchior e tenta convencê-lo a contar o que sabe. Tomásia recebe de Miguel, um bebê que foi deixado na roda dos enjeitados e como homenagem ao Conde, que lhe deixou toda a sua fortuna, pede a Miguel que a criança receba o nome de seu falecido marido.

Quarta-Feira, 26 de Julho

Capítulo 143: o Coronel Sebastião Cunha pede perdão a Rosa e pede que ela tome conta de sua fazenda, enquanto viaja com Gioconda em lua de mel.

A Guarda Nacional propõe um acordo aos quilombolas, mas eles não aceitam. No tribunal Serafina aguarda o início da sessão, acompanhada de Margarida e Flor de Lis.

Durante o julgamento todas as testemunhas, são chamadas para depor. Diante do sofrimento de Isaura, Belchior resolve contar toda a verdade sobre a morte de Leôncio.

Francisco é o verdadeiro assassino. Serafina desespera-se ao perceber que o senhor Chico, está na posse das sua jóias roubadas por Leôncio.

O Juiz dá ordem de prisão ao senhor Francisco, por roubo e assassinato. Isaura e Álvaro casam-se.

Tomásia e Miguel adotam várias crianças. Sebastião e Gioconda, Henrique e Aurora partem em lua de mel para a Europa, deixando Rosa com a fazenda.

Diogo e Helena vão para Petrópolis. Geraldo e Malvina começam uma nova vida em São Paulo.

Branca continua internada no sanatório, completamente demente. Estela descobre que o seu marido está vivo e casou-se com uma índia.

O senhor Chico será enforcado. Rosa desespera-se ao saber que André vai deixa-la, para viver como chefe do quilombo.

Nasce o filho de Leôncio e Branca. É proclamada a abolição da escravatura.

Isaura e Álvaro vivem felizes com os seus filhos, netos e bisnetos.

Fonte: Resumo Novelas da Record “A Escrava Isaura” Resumo dos próximos capítulos