Novela “Lágrimas de Amor” Resumo dos Próximos Capítulos | Resumo das novelas Globo, SBT, Record, Canal Viva e Band

Novela “Lágrimas de Amor” Resumo dos Próximos Capítulos

Lágrimas de Amor. Saiba mais sobre a novela do SBT “Lágrimas de Amor” e confira o resumo dos próximos capítulos: quando Refugio e seus três filhos, Patricio, Edmundo e Ignacio são expulsos de sua casa, por azar do destino chegam a cidade do México, onde iniciam uma nova vida. Dezoito anos depois, já se estabeleceram em um pequeno apartamento em uma zona popular. Ela tem um trabalho modesto, e ainda sofre de graves problemas de visão, não cuida de sua saúde por atender as necessidades de seus filhos. …ler a sinopse completa

Patricio estuda Direito e sonha com um futuro cômodo e próspero; Edmundo estuda Medicina e é um aluno brilhante porém indisciplinado, e Ignacio só pode terminar a secundária porque trabalha em uma oficina mecânica, pois ajuda sua mãe a pagar os gastos da casa e os estudos de seus irmãos. Patricio se tornou namorado de Lucero, filha de Julieta, quem os hospedou quando chegaram a cidade, mais ao pouco tempo, a rejeita quando conhece a Olga, uma garota volúvel cuja fortuna a deslumbra, o que o leva a sentir vergonha de sua família e a mentir sobre sua origem, chegando ao extremo de negar a sua mãe.

Olga começa a duvidar das mentiras de Patricio, pelo que o espiona e descobre que vive muito modestamente. Exposto, ele mente de novo dizendo que Refugio foi sua babá, e como sofre de uma doença mental, tem que cuidar dela. Ela o admira pela caridade. Logo, Edmundo começa a cortejar a Lucero, lastimando sem querer a Ignacio, que a amava em segredo; e Refugio tenta em vão fazer que Patricio entenda que com Olga nunca será feliz.

Olga pede a seu pai, o jurista Rómula Ancira, para empregara Patricio em seu escritório jurídico. Como o pai está farto dos caprichos da filha, aceita e logo anuncia seu noivado. A raiz do casamento, Patricio se distancia totalmente de sua mãe e seus irmãos. Quando Refugio tenta aproximar-se de Olga para recuperar o carinho de seu filho, só recebe humilhações. Isto gerá conflitos com Edmundo e Ignacio. Logo, Patricio descobre que seu pai não é o mesmo dos outros, acusa sua mãe de infiel e exige que não volte a se aproximar.

Em consequência, Refugio cai em uma depressão severa que a leva a perder seu emprego e agrava sua perda da visão. Nem Edmundo nem Ignacio parecem ser capazes de consolá-la, mais se propõem a seguir adiante, o primeiro buscando dinheiro fácil com um negócio ilegal, e o segundo, endividando-se. Edmundo não demora para ser preso e a situação se agrava quando Ignacio vai a Patricio para pedir que defenda diante da Lei e este se nega.

A vida matrimonial de Patricio e Olga é um desastre, e ela chega a ter tanto ciúme de Patricio que, para tentar fazer uma chantagem, se suicida, com o que o mundo de luxo e comodidade de Patricio se desmorona.

Quando o homem que arruinou a vida de Refugio e seus filhos retorna a suas vidas por casualidade, Patricio descobre a verdade de sua origem e os esforços de sua mãe apesar das adversidades. A dor de seus próprios fracassos, venceu a arrogância de Patricio, que roga a Refugio o perdão e aceita defender seu irmão, após do qual se recupera a harmonia familiar. …Fechar

Lágrimas de Amor resumo dos Próximos Capítulos. Leia o resumo semanal da novela

Confira o resumo da novela Lágrimas de Amor e fique por dentro dos próximos capítulos

SEGTERQUAQUISEX
02
01
03
01
04
01
05
01
06
01
09
01
10
01
11
01
12
01
13
01



Segunda-Feira, 02 de Janeiro

Capítulo 66: os agentes tentam entrar na casa de Regina, mas ela e alguns vizinhos os impedem.

Aurora diz a Marco que quando quiser eles podem separar-se. Lucero consegue trabalho como maquiadora.

Inácio diz a Consuelo que Edmundo é um egoísta. Edmundo diz a Regina que o melhor será se entregar a polícia.

Regina diz a Edmundo que pedirá a Rômulo que o ajude em seu caso. Edmundo se nega.

Um vizinho vai a oficina avisar Inácio que a polícia está em sua casa. Um empregado do banco vai à loja de Julieta e a pede para assinar alguns papeis, mas ela se nega.

Na delegacia, o juiz Corona fala mal do escritório Ancira para Patrício. Um empregado da delegacia diz ao juiz Corona que Patrício é genro de Rômulo.

Edmundo diz a Regina que irá embora da cidade e ficará afastado por um tempo. Rômulo explica a Benjamin qual será seu trabalho no escritório.

Na rua, Regina e Edmundo se encontram com Inácio, Consuelo e Lucero. Edmundo os pede que o perdoem por seus atos.

Lucero diz amá-lo. Na rua, um dos agentes detém Edmundo.

Regina diz a Inácio que encontrará um advogado para ajudar Edmundo. No clube, Érica pede a Olga que mude de ideia quanto a Flor ser a madrinha de seu filho.

Na sala de reuniões do escritório, Augusto e Benjamin queimam documentos confidenciais e riem. Érica diz a Olga que Flor é amante de Rômulo.

Aurora diz a Sandra que o divórcio com Marco é algo que já havia pensado anteriormente.

Terça-Feira, 03 de Janeiro

Capítulo 67: Augusto entrega a Melissa um envelope com um suposto acordo de confidencialidade entre ele e Benjamin.

Regina vai com Lucero ao escritório Ancira e pede a Rômulo que ajude Edmundo. Lucero vê Benjamin e diz a Melissa que ele não é uma pessoa em que se possa confiar.

Rômulo oferece a Regina sua ajuda e afirma que investigará os motivos pelos quais Edmundo foi preso. Regina pede a Rômulo que não permita que Patrício intervenha no assunto.

Patrício diz a Olga que não quer mais ver Raul. Ela se surpreende.

Na casa da família Chavero, Regina e Lucero falam sobre Edmundo. Zaida chega perguntando por Edmundo.

Rômulo comenta com Patrício a situação de Edmundo. Zaida dá seu número de telefone a Regina, caso ela precise de sua ajuda.

Marco diz a Sandra que Edmundo está detido. Sandra comenta com Raul que quando ela saiu com Edmundo, tentaram matá-lo.

Marco entrega a Rômulo um informe sobre a investigação de Edmundo. Olga diz a Patrício que sente falta de Regina.

Rômulo diz a Regina que não poderá ajudar na defesa de Edmundo e lhe diz os motivos. Por telefone, Rômulo pede ao diretor do presídio que o diga onde se encontra Edmundo que o mantenha protegido enquanto até o fim do julgamento.

Quarta-Feira, 04 de Janeiro

Capítulo 68: Zaida diz a Edmundo que apesar de tudo o que passou, continua o amando.

Ela diz que Tonho acredita que foi Edmundo mesmo quem o delatou. Patrício encontra Benjamin em seu escritório e não consegue se lembrar dele.

Benjamin lhe diz que foi chefe de Regina. Zaida chega à casa de Lucero e propõe uma trégua entre elas.

Benjamin diz a Patrício que conhece toda a sua família. Patrício se zanga e o tira violentamente da empresa.

Regina diz a Inácio que novamente teve problemas com seus olhos, mas pede que ele não diga nada a Edmundo. Olga reclama com Mercedes por ter mandado Érica mentir sobre a relação de Flor e Rômulo.

Olga se altera e Mercedes se contradiz para tranquilizá-la. Na delegacia, Edmundo diz a Regina que o mandaram para outra cela, onde pode estar mais tranquilo.

Edmundo fala a Regina de uma mala onde deixou o cartão de uma conta bancária e pede que ela use o dinheiro para contratar um bom advogado. Inácio se dá conta que Regina não está mais usando o colírio para seus olhos.

Marina diz a Consuelo que, no momento, Inácio não pensa em entrar para a universidade. Lucero diz a Edmundo que apesar de tudo ela o ama.

Eles se beijam. Em um banco, uma empregada informa Consuelo e Inácio que a conta de Edmundo está bloqueada.

Consuelo oferece dinheiro emprestado a Inácio para o tratamento de Regina com a condição de que ele entre na universidade. Inácio se nega a aceitar.

Na casa de Julieta, Apolinário diz que se esqueceu do amor por Regina e que agora só deseja sua amizade. Ele propõe que Julieta trabalhe com ele na padaria e ela aceita.

Quinta-Feira, 05 de Janeiro

Capítulo 69: Inácio tem sua primeira luta e sai vitorioso.

Consuelo presenteia Inácio com um computador e uma conta com certa quantia em dinheiro para ajudá-lo em seus estudos. Inácio rejeita a ajuda.

Sandra, chorando, se despede de Raul e Aurora. Apolinário ensina Julieta a fazer pão.

Inácio ganha outra luta e Consuelo deseja parabeniza-lo. Noélia se antecipa, o abraça e o beija.

Consuelo vai embora, triste. Edmundo diz a Lucero que ele é a mão direita da enfermaria da delegacia.

Inácio observa ao longe, Consuelo com Carlos. Na enfermaria, Edmundo faz um curativo, o doutor observa e o parabeniza.

No hotel, Patrício entrega um objeto ao juiz Marrufo. Olga sente dores de parto.

Patrício tenta acalmá-la. No hospital, uma enfermeira informa Mercedes, Rômulo e Patrício que Olga teve uma menina.

Rômulo se zanga. Inácio diz a Regina que conseguirá outro advogado para ajudar Edmundo.

Inácio diz a Regina que viu Consuelo sair com outra pessoa. No hospital, Olga se sente culpada por não ter tido um menino.

Olga se nega a alimentar sua filha. Patrício a chama de louca, egoísta e cruel.

Olga o expulsa de seu quarto. Augusto escuta uma conversa telefônica de Rômulo e descobre que Olga teve uma menina.

Na casa da família Chavero, Mercedes informa Regina sobre o nascimento da filha de Patrício e a pede ajuda para fazer com que Olga pare de rejeitar a menina.

Sexta-Feira, 06 de Janeiro

Capítulo 70: Raul se apresenta diante do juiz Corona, que diz ser uma pessoa restrita e apegada à lei.

Raul diz que saiu do escritório Ancira por também ser uma pessoa da lei. O juiz Corona pede a Regina seu número de telefone para que falem mais tarde e ele possa a convidar para sair.

Julieta diz a Apolinário que apoiará Lucero em sua decisão de casar-se com Edmundo. Patrício dá á Flor seu endereço e a diz que Marrufo irá ajudá-los a destruir Rômulo.

Patrício diz a Flor que vai ver sua filha, pois deseja tê-la em seus braços. Mercedes diz a Olga que quando ela nasceu Rômulo também a rejeitou por ser mulher.

Olga se nega a acreditar. No escritório Ancira, Marco diz a Rômulo que viu Patrício com o juiz Marrufo.

Rômulo se enfurece e pergunta onde os viu. Raul e Norma chegam à casa de Flor, que pergunta sobre o paradeiro de Patrício.

O doutor diz a Edmundo que no dia de seu julgamento fará com que chegue ao juiz uma carta contando o muito que lhe ajudou. Por ordem de Tonho, um larápio agride Edmundo e lhe crava uma navalha.

Augusto afirma a Rômulo que bloqueou todos os cartões de Patrício. Na prisão, informam ao juiz Corona que Edmundo foi ferido.

Marina diz a Inácio que Carlos já não tem nada mais a ver com Consuelo. Noélia questiona Inácio sobre Marina e lhe diz ser muito ciumenta.

O doutor Avalos diz a Mercedes que talvez tenham que internar Olga. Rômulo pede a Marco que supervisione a auditoria que Benjamin está realizando.

Segunda-Feira, 09 de Janeiro

Capítulo 71: Regina comenta com Julieta sobre a impressão que teve do juiz Corona.

Julieta a diz sobre como se sente bem agora que Apolinário a convidou para trabalhar com ele. Regina afirma gostaria muito que Julieta e Apolinário encontrassem a felicidade juntos.

Raul e Norma pedem a Patrício que ajude na defesa de Edmundo. Rômulo entrega a Olga a ata de divórcio.

Ela volta a questioná-lo sobre a origem de Patrício. Rômulo finge ofender-se e exige desculpas.

Olga pede que ele fique vivendo com ela, para evitar que Mercedes a chateie. Julieta diz a Regina estar apaixonada por Apolinário.

Regina recebe uma ligação do presídio informando do ataque sofrido por Edmundo. Raul recebe uma ligação do presídio com a notícia de Edmundo.

No hotel, Rômulo pergunta sobre o quarto de Marrufo. Ele entra no mesmo e dispara contra o juiz.

Raul informa Regina que Patrício aceitou ser seu assessor legal na defesa de Edmundo. No hotel, a recepcionista e Patrício encontram Marrufo ensanguentado.

Ele confessa a Patrício onde estão os cadáveres de José e seus pais, lhe sussurra algo no ouvido e morre. Um agente pede a Patrício que diga o nome de quem suspeita ter matado Marrufo.

Patrício diz que se trata de uma pessoa poderosa. Por telefone, Patrício solicita a Melissa alguns documentos que se encontram no arquivo pessoal de Rômulo.

No escritório Ancira, Rômulo confessa a Marco ter matado Marrufo, e diz que ele terá que encobri-lo perante a polícia. No ministério público, Patrício faz uma denúncia contra Rômulo, por ter planejado o assassinato da família Tinajeros.

O juiz Corona diz a Raul que Edmundo tem a autorização para casar-se. Rômulo diz a Flor que se casará com ela.

Ela afirma que se seguirem juntos, será sob algumas condições, pois ela não deseja perder sua liberdade. Julieta e Apolinário se declaram um ao outro.

Marco informa a Rômulo que o cheque que lhe deu não tem fundos.

Terça-Feira, 10 de Janeiro

Capítulo 72: Edmundo diz ao doutor que quando sair da prisão, não poderá exercer a medicina por um tempo.

Rômulo pede a Augusto que entre em contato com o gerente do banco onde está sua conta executiva, pois Marco não conseguiu descontar um cheque. Augusto se oferece para, pessoalmente, arrumar essa situação.

Benjamin diz a Augusto que fará com que o escritório Ancira se quebre, como fez com a empresa de Isaias. Patrício adverte Flor que Rômulo é um assassino.

Na prisão, Edmundo e Lucero se unem em matrimonio. Por telefone, Patrício pede a Mercedes que cuide muito de sua filha, já que Rômulo é um assassino.

Augusto entrega a Benjamin alguns boletos de avião. Consuelo e Inácio discutem.

Alguns agentes chegam ao escritório Ancira, em busca de Rômulo. Lucero diz a Julieta que ama Edmundo.

Marina escuta Fidel e Silvestre falando sobre a luta que Inácio fará. Os agentes interrogam Rômulo sobre a morte de Marrufo.

Marina e Consuelo contam a Regina sobre a luta de boxe que Inácio fará. Na academia, Inácio se dispõe a lutar e se surpreende ao ver Regina entre o público.

Regina se altera ao ver Inácio lutando. Apolinário entrega um anel de compromisso a Julieta e a pede em casamento.

Ela aceita. Na casa da família Cervantes, Patrício assessora Raul.

Marco fala por telefone com Rômulo para informar que Patrício se encontra em sua casa. Consuelo e Noélia brigam por Inácio.

Ele se distrai e é acertado por Acero, que o derruba. Inácio fica inconsciente.

Quarta-Feira, 11 de Janeiro

Capítulo 73: Rômulo pede a Marco que entretenha Patrício até que ele chegue a sua casa.

Aurora informa Marco que Raul saiu de casa. Na academia, Matheus informa Regina que Inácio não recobrou os sentidos.

Um médico diz a Regina que Inácio sofreu uma lesão cerebral. Rômulo chega alterado a casa de Marco.

Aurora pergunta o que ocorreu. Rômulo a aponta uma arma.

Aurora expulsa Rômulo de sua casa. No hospital, Matheus se nega a pagar os gastos médicos de Inácio e diz a Noélia que depois do acidente, Inácio já não servirá mais para lutar.

Na mansão, Olga vê Rômulo com uma arma e a tira do pai, dizendo que ele está deixando ela muito nervosa. Lucero conta a Edmundo a notícia do acidente de Inácio.

Edmundo se altera e Raul o tranquiliza para que possa começar a audiência. Olga diz a Rômulo que sente a falta de Regina.

Uma enfermeira pergunta a Regina se ela cobrirá os gastos do hospital, já que Matheus se esquivou da responsabilidade. Regina responde que os cobrirá.

A enfermeira a cargo de Olga informa Rômulo que o doutor Ávalos está considerando internar Olga em uma clínica de repouso. O juiz Corona marca outra audiência.

Raul diz a Edmundo que seu caso caminha bem. Um agente informa Patrício que gerará uma ordem de prisão contra Rômulo.

Marco informa Rômulo das irregularidades com as contas bancárias. Rômulo pede a Melissa que localize Benjamin.

Consuelo oferece a Regina pagar os gastos do hospital. Raul diz a Edmundo que precisam de uma testemunha.

Ele responde que Zaida é a única que sabe das coisas, mas que não sabe onde localizá-la. Na mansão Ancira, Olga aceita internar-se em uma clínica psiquiátrica.

Alguns agentes chegam para deter Rômulo.

Quinta-Feira, 12 de Janeiro

Capítulo 74: os agentes informam a Olga que José e sua família foram assassinados cinco anos atrás, Olga não compreende a informação, se altera e reclama com os agentes.

Rômulo aproveita a confusão e escapa. Fora da residência Chavero, Patrício se preocupa ao ver que os agentes não saíram com Rômulo.

Por rádio, os agentes informam que Rômulo escapou e pedem reforços. Olga se dá conta que por toda vida viveu sendo enganada por Rômulo.

Rômulo pede a Marco que lhe consiga uma ajuda. Marco fala por telefone com um juiz.

Aurora lhe toma o telefone. Eles discutem e decidem terminar seu casamento.

Marco volta a se comunicar com o juiz. Julieta diz a Regina que o juiz Corona é quem está cuidando do caso de Edmundo.

Olga, desesperada, quebra um espelho com as próprias mãos e fica sangrando. Consuelo lê uma revista para Inácio e pede que ele desperte.

Ela o beija e Inácio move um dedo. Consuelo se alegra ao ver Inácio despertar.

Marco informa Rômulo que não conseguiu apoio. Aurora expulsa Marco de sua casa.

Na casa de Flor, Rômulo busca abrigo. Flor ouve pela televisão que estão procurando Rômulo.

Ele a surpreende e Flor grita por ajuda. Rômulo cobre o rosto de Flor com uma almofada e a asfixia até que ela perca os sentidos.

O advogado Torijas diz a Tonho que deveria eliminar Edmundo se quer que o ajudem. Na casa Chavero, Consuelo e Inácio se reconciliam.

Edmundo diz a Regina que a única testemunha que pode ajudá-lo é Zaida.

Sexta-Feira, 13 de Janeiro

Capítulo 75: no pátio da prisão, Tonho pensa em cravar uma navalha em Edmundo.

Eles brigam e caem no chão. Durante a briga Tonho acaba ferindo a si mesmo e o doutor chega para ajudá-lo.

No escritório Ancira, Marco encontra um documento sobre a transferência de dinheiro de uma conta do escritório para uma no estrangeiro. Em nome de Augusto e Benjamin.

Na enfermaria do presídio, Edmundo pede a Tonho que diga a verdade. Tonho se nega e morre.

Em uma cafeteria, Augusto informa Rômulo que o escritório Ancira foi fechado. Augusto corre e Rômulo atira nele a distância.

Mercedes diz a Érica querer que Regina seja madrinha da filha de Olga. Edmundo diz a Lucero que a única pessoa que pode ajudá-lo é Zaida, mas ela está desaparecida.

No aeroporto, alguns agentes e Marco detém Benjamin e Augusto pelos desvios nas contas do escritório Ancira. Patrício pede a Raul que se cuide e adverte Regina e o restante da família que também o faça, já que Rômulo é um assassino perigoso.

Regina encontra em seu celular uma mensagem de voz de Patrício. Patrício deixa a Raul um bilhete de despedida.

Regina entrega ao juiz Corona a carteira que guardou por mais de vinte anos. Regina conta ao juiz Corona tudo o que ocorreu quando encontrou a carteira e o agradece.

Regina comenta com Edmundo que o juiz Corona é o homem que perdeu a carteira que acharam antes de chegarem a capital. Em sua casa, Flor diz a um repórter sobre a tentativa de assassinato que sofreu por parte de Rômulo.

Patrício esquece o celular no banco de uma igreja. Regina entra em uma igreja para rezar.

Patrício volta em busca de seu celular e se encontra com Regina.

Fonte: Resumo Novelas do SBT “Lágrimas de Amor” Resumo dos próximos capítulos