Ribeirão do Tempo Resumo Novelas da Record | Resumo das novelas Globo, SBT, Record, Canal Viva e Band

Ribeirão do Tempo Resumo Novelas da Record

Ribeirão do Tempo. Saiba mais sobre a novela da Record “Ribeirão do Tempo” e confira o resumo dos próximos capítulos: A combinação entre humor e política sempre rende boas gargalhadas e importantes reflexões. É esse o caminho que vai seguir Marcilio Moraes, autor de Ribeirão do Tempo. Tudo isso, é claro, recheado com grandes emoções e crimes misteriosos. Edgard Miranda assina a direção geral da novela, que aborda temas universais como democracia, ditadura e preservação histórica e do meio ambiente. Na trama, o público vai acompanhar …ler a sinopse completa

vai acompanhar as histórias dos moradores e visitantes da cidadezinha de Ribeirão do Tempo, como Eleonora Durrel (Jacqueline Laurence), Arminda (Bianca Rinaldi), Joca (Caio Junqueira), Tito (Ângelo Paes Leme), Karina (Juliana Baroni), Filomena (Liliana Castro) e Querêncio (Taumaturgo Ferreira), entre outros.

Já no começo, vários acontecimentos transformam a vida dos habitantes de Ribeirão, cidade que conta com uma bela natureza além de ter um centro histórico. Calmaria e tranquilidade cedem espaço para dias agitados. De um lado está a multinacional presidida por Madame Durrel, que investe pesado na cidade.

De outro, estão os esportes radicais, que invadem o dia-a-dia do local e atraem turistas de todas as partes. Para completar, uma série de crimes bárbaros aterrorizam todos, sem que ninguém consiga prender os criminosos nem entender o porquê daquilo.

Fechar Sinopse

Ribeirão do Tempo resumo dos próximos capítulos. Leia o resumo semanal da novela

Confira o resumo da novela Ribeirão do Tempo e fique por dentro dos próximos capítulos

SEGTERQUAQUISEX
16
10
17
10
18
10
19
10
20
10
23
10
24
10
25
10
26
10
27
10



Segunda-Feira, 16 de Outubro

Capítulo 160: Querêncio acorda assustado com a ventania e fala com Marisa, que não está ao lado dele.

Depois de perceber a ausência da esposa, o futuro prefeito grita por ela. Elza chega à casa de Marisa e Querêncio contando sobre o caos que está na cidade.

Querêncio acha que a natureza não está gostando da sua vitória e fica preocupado com a chuva em seu primeiro dia de mandato. Ari chega à prefeitura com dificuldade e fica feliz de encontrar Virgínia.

O prefeito diz a ela que essa é a ultima vez que entrará em sua sala. Virgínia pergunta a Ari como a meteorologia não previu o vendaval e ele diz que o vento é coisa do inferno.

Ari chora e pergunta quem ele será depois que acabar seu mandato. Tito diz aos hóspedes que por causa da chuva as atividades foram suspensas.

Filomena convida seu marido para ir a posse de Querêncio. Mateus interrompe o casal e pergunta se Tito vai faltar à cerimônia.

Ele diz que não e Filó e Mateus ficam surpresos. Bruno e Teixeira ficam preocupados com a solenidade.

Querêncio os tranqüiliza, diz que vai se despedir de sua amada e que irá passar no Já Era. Bruno e Teixeira dizem ao futuro prefeito que caso não pare de ventar, a festa irá ser cancelada.

Querêncio pergunta a Bruno onde estão os operários que irão armar a festa e ele responde que só estão esperando o vento passar. Bruno, Teixeira e Querêncio chegam ao bar e encontram tudo fechado.

O futuro prefeito bate na porta e Alfredo abre. Todos ficam ouvindo Ventania contar o porquê de seu apelido.

Ari diz a Ajuricaba o quanto está triste de passar a faixa de prefeito. O delegado manda o amigo parar de fazer drama.

Sereno diz a marta que chegou mais cedo porque quer ficar perto de pessoas vips como ela. Ari fica preocupado com o atraso do futuro prefeito e diz que a ventania é um sinal de que ele não irá assumir.

Beatriz conta a sua irmã que não fará nada que seu filho pedir enquanto não esclarecer as coisas. Nicolau promete a Dália que irá levá-la na cachoeira e que dará um presente a ela.

Dália diz que ficará esperando. Beatriz e Larissa avisam a Nicolau que não vão à posse de Querêncio.

Ele fica irritado e declara guerra às duas. O senador manda Beatriz e Larissa tomarem cuidado e elas ficam apavoradas.

Joca liga para Arminda para falar a respeito das fotos que recebeu. Os dois marcam de conversar depois da posse.

Nicolau convida Karina para se mudar para a fazenda antes de se casarem. Sancha fica nervosa e Léia pergunta o que irá acontecer.

Ela diz que não pode falar. Todos ficam preocupados com a demora de Querêncio.

Ele chega e manda Romeu ir atrás de Bill. Todos ficam tranqüilos.

Romeu leva Bill para a posse. Ari faz seu discurso de despedida e passa a faixa para Querêncio.

Karina diz a Zuleide que irá falar com Tito e Filomena e ela diz à amiga para não aprontar. Querêncio promete surpresas para seu mandato.

Karina implica com Filó e Tito e os convida para passarem na boutique. Ela diz que eles são adultos e podem ser amigos.

Bill entra na cerimônia e fica espantado. Flores fala ao telefone com o General.

Querêncio diz que irá cumprir sua missão começando por Ribeirão. Todos aplaudem.

Arminda recebe a ligação de Andréa, que diz que chegou uma correspondência do Doutor Seixas. Ela sai, Joca percebe e vai atrás.

Querêncio nomeia Sancha como chefe de gabinete. Léia fica invocada porque Sancha não tinha contado nada a ela.

Joca chega à empresa e pede para falar com Arminda. Arminda conta a Joca que saiu a decisão do juiz e que as obras do resort provavelmente serão interrompidas.

Joca tenta consolá-la e ela chora. Querêncio chama Requião ao palco, dizendo ser mais um de seu secretariado.

O pintor anuncia Bill como secretário do silêncio e todos ficam surpresos. Querêncio e seu secretariado seguem para a sala do prefeito.

Ari, Ajuricaba e Rebelo ajustam os detalhes do programa de Jumento e brindam. Querêncio tira foto na cadeira do prefeito para coroar a posse.

Sereno e André se encontram na praça e o vento começa a cessar. Sereno fica aterrorizado.

Terça-Feira, 17 de Outubro

Capítulo 161: Querêncio se reúne com seus secretários e Lincon tira algumas fotos.

A ventania na cidade diminui. Querêncio pede para Virgínia levar cada secretário para sua sala, mas pede para Bill e Sancha permanecerem com ele.

Newton e Iara estranham a atitude seca de Filomena quando perguntam sobre a posse de Querêncio e comentam com Tito. Ele diz que Karina foi falar com os dois só provocar Filomena.

No quarto, Filó relembra o encontro com Karina na posse e chora de raiva e tristeza. Newton e Iara dizem para Tito conversar com Filomena e quando ele está a caminho, Virgílio aparece com um problema urgente da pousada e os dois vão para o escritório.

Ajuricaba e Ari ligam para Virgínia e querem saber sobre o que Querêncio está conversando. Ela diz que não trabalha para os dois e sim para o povo.

Querêncio oferece uma casa na cidade para Bill, que faz que não com a cabeça. Ele pede para Sancha tomar conta de Bill.

Ela ri sem entender nada e diz que está tudo bem. Quando Bill sai da sala, Virgínia leva um susto e desliga o telefone.

Bill a olha sério. Teixeira exige falar com Arminda, que pediu para não ser incomodada.

Arminda está aos beijos com Joca na sala quando o interfone toca. Arminda diz para o detetive sair.

Teixeira conta a Arminda que a decisão final de fechar o resort foi dada e exige que ela faça alguma coisa a respeito. Flores comemora a decisão do juiz com Sereno.

Arminda se recompõe e coloca Teixeira na parede dizendo que ele e Bruno queriam esse resultado para prejudicá-la. Arminda quer segurar a notícia o máximo de tempo possível.

Teixeira adverte Arminda de que não se sabe até quando a diretoria será dela. Flores avisa Nicolau da decisão e os dois marcam de se encontrar no dia seguinte para comemorar.

Nicolau, que bebe com Karina, Zuleide e Nasinho conta, eufórico, a novidade. Querêncio conversa com Marisa sobre o seu dia na prefeitura e eles se arrumam para a festa da posse.

Célia e Bruno conferem se está tudo pronto para a festa quando chega um caminhão que traz um barril gigante de cachaça. Teixeira chega e chama Bruno e Célia para conversar reservadamente.

Teixeira dá notícia aos dois e diz que falou com seu amigo na Europa. Eles esperam que Bruno seja nomeado no lugar de Arminda com a ajuda desse amigo, Thomas.

Elza diz a Diana que Arminda não parece bem. A menina vai conversar com Arminda, que diz que talvez elas tenham que ir para a Europa.

Diana fica aflita e pergunta sobre Joca. Arminda tenta acalmá-la.

As duas se abraçam tristes com a situação. A festa continua.

André e Sônia dançam. Sereno toma cachaça.

Mateus, Newton e Iara esperam Tito para ir à festa. Tito vai conversar com Filomena para ver se a anima.

Mateus demonstra interesse sobre o que está acontecendo com o casal e Newton o corta. Filomena confessa a Tito que ficou magoada com a atitude de Karina e os dois têm uma longa conversa sobre o acordo.

Tito se declara para Filó. Karina confirma com Zuleide o plano de enviar as fotos para Filomena.

Tito e Filó se beijam apaixonadamente. Rosa chama Sergio para dançar.

Iara bate na porta de Filomena e Tito. Eles dizem através da porta que Iara pode ir porque eles vão ficar em casa.

Tito deita Filomena na cama e a beija.

Quarta-Feira, 18 de Outubro

Capítulo 162: Iara diz a Newton e Mateus que Filó e Tito estão trancados no quarto fazendo as pazes.

Mateus tenta disfarçar a amargura. Sereno vai pedir um beijo para Fátima, que o empurra.

O rapaz, que já “tomou umas”, fica exaltado e acaba falando que ninguém sabe do que ele é capaz. Elza sai com Fátima sem entender nada.

Sereno segue Fátima até a casa do professor e a agarra por trás quando entra. Ele diz que quer fazer coisas com ela.

Fátima ri e chama pelo professor para rir com ela. Léia fica assustada com a gritaria de Fátima e Flores desce.

Sereno, descontrolado, tenta agarrar Fátima que desvia. Flores diz para ele parar com isso e dá uma bronca.

Rosa paquera Sérgio, o rapaz fica nervoso porque é virgem e tenta inventar uma desculpa para ir embora. Joca conta a Newton que Virgílio pode estar envolvido na sabotagem do avião.

O instrutor pede para ver as provas. O detetive diz que ainda não pode e manda Newton ficar de olho em Virgílio.

Mateus confessa a Iara que não desistiu de Filomena. Querêncio pede para que todos dancem em roda.

O povo todo bêbado dança junto. Depois de passar a noite com Filomena, Tito dorme.

Filomena relembra a declaração de seu amado e sorri triunfante. Nicolau e Karina, ao ir embora da festa, sentem a ausência de Filomena e Tito.

Filomena prepara o café da manha para Tito e conversa com Iara sobre a festa. Tito fica sem graça com o café da manhã na cama.

Marisa tenta acordar Querêncio porque Arminda quer conversar com ele. Querêncio toma café da manhã com Arminda.

Ari conta a Ajuricaba a decisão judicial e comemora. Arminda fala sobre o embargo e suas conseqüências a Querêncio, que fica preocupado.

Flores diz a Sereno que tem um trabalho urgente para ele: postar um protesto contra o desemprego com o fechamento do resort no site do Comando Invisível para incitar a revolta na cidade. Fátima chega de ressaca na sala e também leva uma bronca do professor.

Iara liga para Joca e combina o local de pagamento. Beatriz diz à Larissa que vai confrontar Nicolau sobre o que ele disse.

Beatriz entra sem bater na sala de Nicolau, que está ao telefone. Ela diz que quer falar sobre a morte de Érico.

Lincon chega para falar com Nicolau e Larissa manda que Dália o avise sobre a visita. Beatriz começa a falar e Dália bate à porta.

Nicolau diz que depois conversa com Beatriz e chama Lincon. Joca vai falar com Arminda e aguarda ser chamado.

Iara pede para falar com Virgílio. Bruno sai da sala de Arminda e é arrogante com Joca ao perguntar o que ele faz ali.

Joca diz que não é de sua conta e Bruno comenta que esse tipo de coisa vai acabar. Joca fala com Arminda sobre o comentário de Bruno e ela diz que ele veio fazer ameaças.

Iara fala para Virgílio que está na hora de pedir a grana alta.

Quinta-Feira, 19 de Outubro

Capítulo 163: Arminda desabafa com Joca e quase diz que considera Diana como filha.

Joca também desabafa com Arminda a respeito das fotos e da investigação, e ela fica perplexa. Iara diz a Virgílio que, se não agirem logo, vão acabar muito mal.

Preocupado, Virgílio quer mais informações sobre Iara. Diz que é melhor agilizar a fuga e que um não saiba aonde o outro vai.

Joca conta a Arminda que as mesmas pessoas que estão por trás do atentado contra ele são responsáveis pelos assassinatos do senador e de Heleninha, além da sabotagem do avião. Ela o alerta para ir mais devagar.

Newton vai à casa de Ellen, diz que não agüenta mais essa situação e que quer conversar com Guilherme. Ela fica em dúvida, mas acaba concordando.

Diana vai falar com Guilherme, que chateado, é grosso com ela. Ela o lembra como era legal a época em que andavam juntos.

Ele fica mexido e a convida para tomar um sorvete na praça. Querêncio chega à prefeitura e Virgínia diz que a chefe de gabinete é invocada.

Ele acha graça, diz que ela late, mas não morde. Querêncio conta a Sancha sobre o problema do resort, que fica incrédula.

Ela o aconselha a ir falar com Bill. O prefeito gosta da idéia e a manda ir junto.

Nicolau combina com Lincon o que farão em relação à paralisação das obras do resort. O senador diz que, quanto mais polêmica, melhor.

Arminda chega à reunião e conta que irá recorrer da decisão do juiz. Bruno e Teixeira alfinetam Arminda e dizem que ela não está em condições de continuar no cargo e seria melhor pedisse demissão.

Ela fica irritada e avisa que não precisa de conselheiros. Querêncio conta seus problemas para Bill e Sancha não o leva a sério.

Mas Bill o escuta com atenção. Guilherme tenta conversar com Newton.

Ellen e Patrícia conversam sobre o casamento de Sonia e André, ela conta o problema com seu filho. Newton conta a Guilherme que descobriu uma pista e pede um voto de confiança de sua mãe e Carlos.

Ele deixa escorrer uma lágrima e aperta a mão de Newton. Lincon espera para entrevistar Arminda.

Ele fala para Lilian que irá conseguir o teor da sentença do juiz. Filomena conta à Iara e a Mateus que ela e Tito estão conversando mais.

Mateus fica incomodado. Karina diz a Zuleide que planeja enviar as fotos a Filomena.

Newton conta a Tito sobre sua conversa com Guilherme. Tito fica feliz pelo amigo e conta que não deveria ter transado com Filó.

Newton o chama de enrolado e diz que uma hora ela dará um pé na bunda dele. Tito fica pensativo.

Lincon entrevista Arminda. Virgínia conta a Patrícia as condições que seu marido impôs ao casamento de seus filhos.

Virgínia fica irritada com a situação e diz que irá conversar com Lincon. Sônia conta a André as condições que seu pai deu e ele fica revoltado.

Rosa pergunta a André e Sônia se Sérgio é gay. Nicolau está de saída para Brasília e Beatriz diz que ele não irá antes que eles terminem de conversar.

Nicolau pergunta se ela está desconfiada de que ele matou seu pai. Ele pega a arma e diz que se ele for culpado Deus o matará.

Nicolau pega uma arma da gaveta e deixa somente uma bala e gira o tambor. Ele coloca na sua própria cabeça e aperta o gatilho.

A arma não dispara. Ele aponta a arma para a mãe e na hora de atirar, mira em algo próximo.

A arma dispara e Beatriz desmaia. Larissa e Dália escutam o barulho e vão até lá para ver o que aconteceu.

Romeu e Alfredo conversam sobre o novo prefeito. Romeu pergunta se Alfredo sabe sobre o programa de TV do jumento.

Bruno conta a Querêncio sobre a obra do resort. Virginia os interrompe para mostrar o programa de Ari na TV.

Patrícia tenta conversar com Lincon, que a interrompe para ver TV. Ari na TV diz que ninguém se livrou dele.

Sexta-Feira, 20 de Outubro

Capítulo 164: Ari critica Querêncio na TV, que fica irritado.

Querêncio diz que Jumento terá o que merece. Ajuricaba e Rebelo ficam entusiasmados com o programa de Jumento.

Patrícia conta que o delegado quer que o casamento seja na casa dele. Lincon fica inconformado e diz que não entra lá de jeito nenhum e ela busca forças para agüentar.

Ari recebe os parabéns pelo programa e fala que se o pintor acha que se livrou dele, é um engano. Larissa leva um médico para ver sua irmã, e este recomenda a ela repouso.

Ela se levanta e conversa com Larissa, que implora para que ela descanse. Beatriz diz a Larissa que Nicolau está louco e não pode responder mais pelos seus atos.

As duas ficam desesperadas. Nasinho leva Zuleide para passear.

Os dois conversam com Karina sobre as obras do resort. Querêncio chega em casa e pergunta a Elza se as pessoas viram o programa de Jumento e diz que espera que ninguém acredite nas asneiras dele.

O prefeito chega em casa e conversa com Marisa a respeito do programa de Ari. Ela o aconselha a pensar mais em seus atos e ele diz que nada de mal pode acontecer a ele.

Bruno e Teixeira contam a Célia o que aconteceu na empresa. Os dois falam que o importante é tirar Arminda do poder.

Arminda, Marisa, Querêncio e Diana conversam no jantar. O prefeito conta a Arminda que Bruno foi conversar com ele, na prefeitura.

Arminda conta o plano dele e de Teixeira para tirá-la do poder. André conversa com Sérgio sobre Rosa.

André propõe que o amigo resolva o problema com ela imediatamente e ele desconversa. Virgínia conta a Sônia que os preparativos do casamento pararam.

Ela acusa a filha de escolher o namorado de propósito, só para chamar atenção. Patrícia conta a André que os preparativos do casamento pararam, ele fica irritado e resolve tirar satisfações com o pai.

Carmem conta a Ellen que Guilherme está enfiado no quarto e ela resolve ir ver o filho. Guilherme conta a sua mãe que deu um voto de confiança a Newton e que se cansou de ficar com raiva do mundo.

Ellen fica feliz e os dois se entendem. André diz que se casa com o pai indo ou não e tem o apoio de sua mãe.

Lincon diz que não irá. Nasinho convida Zuleide para ir à boate.

Ela diz que não, mas acaba concordando em ir. Nasinho convida Zuleide para fazer sexo a três com Vera.

Ela fica ofendida e deixa a boate, seguida por Nasinho. Ele tenta falar com ela, mas Zuleide o manda embora.

Teixeira vai à prefeitura falar com o prefeito. Arminda liga para Joca para marcar um encontro.

Teixeira conta a Querêncio que sua herança pode estar ameaçada se ele continuar apoiando Arminda. Léia pergunta o que Joca acha sobre Sancha ser chefe de gabinete.

Ele diz que ela está com inveja de Sancha. Léia, preocupada com seu filho, quer saber como ele se sente e recomenda que ele vá ao médico.

Ele diz que quem precisa de uma consulta é ela. Joca se encontra com Arminda.

Ele conta que não pode confiar mais na mãe e ela concorda. Bruno e Teixeira comemoram a suspensão das obras do resort.

Patrícia diz a Virgínia que já podem realizar o casamento de seus filhos.

Segunda-Feira, 23 de Outubro

Capítulo 165: Bruno e Teixeira conversam sobre a obra embargada e debocham de Arminda.

Bruno vai falar com Arminda, ela não está e ele não gosta. Arminda diz a Joca que acha que a destituição está perto e que, se perder o cargo, voltará para a Europa.

Ele fica tenso e nervoso, mas tenta convencê-la do contrário. O detetive diz para ela parar de renunciar a seus sentimentos como se eles fossem fraqueza.

Ela fica tensa e enxuga as lágrimas. Diana diz a Guilherme que talvez tenha que ir embora do Brasil, e que não quer ir.

Ela revela que acha que vai ter que fugir novamente. Arminda fala a Joca que não pode abandonar tudo por sentimentalismos e que ele tem uma visão romântica da vida.

Ele fica triste e diz que ela indo embora estará arruinando a vida dele, de Diana e a dela própria. Ela pede para que ele a beije para esquecer os problemas.

Virgínia e Patrícia acertam os últimos detalhes do casamento. Virgínia diz a Patrícia que ela tem que convencer seu filho a morar na casa dela.

Ajuricaba bebe e pede a Cardoso que não conte a ninguém sobre o casamento de sua filha e o motivo de ela estar se casando tão rápido. Lincon desabafa seus problemas com Ellen e ela tenta colocá-lo para cima.

André e Sônia tiram a sorte no realejo. Felizes os dois dançam no meio da praça.

Flores diz a Sereno para ele mandar o comando invisível instigar os operários a se revoltarem por perder o emprego. E diz que irá fazer uma visita ao novo prefeito.

Flores pergunta a Virgínia sobre o governo de Querêncio e ela prefere não opinar. Bruno diz ao mestre de obras que o trabalho paralisadas e pede para que ele não confirme o boato.

Flores entrega o quadro a Querêncio e o aconselha a por em todos os lugares da cidade. Joca diz a Arminda que acha que Flores está por trás de todos os crimes da cidade e que ele não esá sozinho.

Ela diz para ele não se meter com esse tipo de gente e tomar cuidado. Flores, Sancha e Querêncio conversam sobre a obra do resort.

Sancha diz que os operários não aceitaram a notícia quietos. Flores aconselha o prefeito a acusar o governo federal e estadual e ele gosta da idéia.

Bruno, Teixeira, Célia, Querêncio e Arminda conversam sobre o resort. Bruno conta que a carta de paralisação chegou e que os operários estão inquietos com a notícia.

Querêncio conta a todos o conselho do professor. Sérgio e André passam a Carmem a ordem do comando invisível e todos resolvem se manifestar.

Léia vai até casa de Flores falar sobre seu filho. Arminda diz a Querêncio que acha engraçado o conselho do professor, sendo que foi ele que provocou a situação.

Teixeira diz que o conselho é inútil e o prefeito fica sem saber o que fazer. Arminda diz para ele se preparar para dias difíceis na prefeitura.

Clóris vai à casa de Flores e Fátima inventa uma desculpa para mandá-la embora. Léia diz ao professor sobre o caso de Joca e Arminda.

Ele pede para que ela continue a deixá-lo a par de tudo. Beatriz e Larissa conversam sobre Nicolau.

Beatriz tem a idéia de pedir ajuda ao professor Flores para dar um jeito em seu filho. Zuleide conta a Karina sobre o encontro com Nasinho.

O senador chega de Brasília e convida a dona da boutique para um jantar e ela aceita. Zuleide encontra Nasinho no caminho de casa e ele a convida para ir até o Agito.

Eles conversam e conseguem se entender. Nasinho propõe um brinde à primeira briga do casal.

Nicolau liga para Flores para confirmar o encontro. Karina fica ansiosa porque vai conhecer quem é o misterioso professor.

Iara propõe a Filó que ela se torne uma instrutora de saltos e ela diz que é demais para ela. Filomena troca de roupa e Tito a chama para saltar com ele amanhã.

Ela diz que não e ele se aproxima e dá um beijo em sua esposa.

Terça-Feira, 24 de Outubro

Capítulo 166: Nasinho encontra Virgílio na boate.

Nasinho diz para ele continuar de olho nos movimentos de Iara e ele concorda. Nicolau apresenta Flores a Karina.

Os três vão à biblioteca para conversar. Nasinho diz a Vera que está quase convencendo Zuleide de fazer sexo a três.

Ela diz que é paga para satisfazer a freguesia. Karina diz que quer participar da revolução que Flores está preparando.

Ele e Nicolau explicam todo o plano para moça. Querêncio diz a Marisa que está sentindo o peso da responsabilidade.

Ela o aconselha a não perder as esperanças em relação ao resort e se beijam. Karina pergunta se flores quer matar o presidente com um tiro.

Ele diz que não, que ele tem que morrer de uma forma bem brasileira. O professor diz que vai ser uma execução difícil.

Sonia diz à mãe que não queria se casar em casa. Virgínia explica que, devido à situação, quanto mais simples melhor.

Ela ainda reclama que não quer morar com seu pai depois do casamento. Virgínia diz que o dinheiro que ela e Patrícia ganham não dá pra sustentar um aluguel.

As duas dizem que a criança virá com uma grande missão de paz. André e seu pai brigam por causa do casamento.

Lincon se arrepende e chama o filho para ter uma conversa. Ele aconselha o filho a tomar cuidado com Ajuricaba.

Karina agradece a Flores por confiar nela. Nicolau diz a Karina que ela tem que ir morar o mais rápido possível na fazenda.

Ela diz que não pode sair de casa de uma hora para outra e ele a tranqüiliza dizendo que vão preparar a chegada dela. Célia conta a Bruno que o prefeito pretende fazer o dia da cachaça em Ribeirão.

Ele recebe um telefonema da obra e fica assustado. O mestre de obras do resort diz a Bruno que os operários estão inquietos com a notícia da paralisação.

Ele fica nervoso e diz que vai correndo até lá. Bruno pede para Célia ligar para Arminda e pedir para ela ir até a obra.

Arminda conta a Querêncio o problema no canteiro de obras. Ele decide ir falar com os funcionários.

Marisa e Arminda o aconselham a não ir, mas ele diz que é do povo e vai até eles. Bruno e Matias ficam desesperados enquanto um operário discursa para o resto.

O professor mostra uma bomba artesanal para sereno. Flores diz a Sereno que pretende explodir a prefeitura.

Ele diz que o Comando Invisível tem que falar para os operários virem em marcha para a cidade e invadirem a prefeitura. Sereno vai repassar a ordem para o Comando.

Querêncio chega a obra para conversar com os trabalhadores. Bruno e Matias ficam mais tranqüilos.

Léia conta a Joca sobre a ira dos operários e que o prefeito foi até lá apaziguar a situação. Ele quer saber seArminda foi também e sua mãe diz que não.

Querêncio começa a discursar e Jorge o interrompe. O prefeito o chama de companheiro e o operário diz que ele não é companheiro de bacana.

A confusão se alastra e todos gritam que vão quebrar as coisas. Lincon chega com sua máquina e pergunta a Bruno o que está acontecendo.

Joca mexe no grampo que fez no casarão. Flores arma a bomba.

Ele vai até a janela e vê Joca andando disfarçando. Ele diz que a hora de Joca está chegando.

Joca troca as fitas do gravador sem ser percebido. Ele vai até o trabalho de Arminda.

Ela conta a Joca os problemas com os operários. Ele diz que o professor vai aproveitar da confusão para tentar alguma coisa.

Ela fica preocupada e pede para que ele tome cuidado e eles se beijam. Flores diz ao general que eles conseguiram e que ele está empenhado em fazer os trabalhadores reagirem.

Completa que ele terá uma notícia bombástica. Querêncio fica chateado por não ter conseguido nada com os operários.

Matias diz a ele que Jorge é representante do Comando Invisível. Jorge propõe aos outros operários irem para cidade fazer uma passeata.

Karina diz a Zuleide que mandou as fotos para Filomena. Virgílio recebe a encomenda de Filó e põe no quarto dela.

Filó chega à prefeitura e Sancha diz a ela que o pai foi até o canteiro tentar resolver a situação com os operários.

Quarta-Feira, 25 de Outubro

Capítulo 167: Nasinho encontra Virgílio na boate.

Nasinho diz para ele continuar de olho nos movimentos de Iara e ele concorda. Nicolau apresenta Flores a Karina.

Os três vão à biblioteca para conversar. Nasinho diz a Vera que está quase convencendo Zuleide de fazer sexo a três.

Ela diz que é paga para satisfazer a freguesia. Karina diz que quer participar da revolução que Flores está preparando.

Ele e Nicolau explicam todo o plano para moça. Querêncio diz a Marisa que está sentindo o peso da responsabilidade.

Ela o aconselha a não perder as esperanças em relação ao resort e se beijam. Karina pergunta se flores quer matar o presidente com um tiro.

Ele diz que não, que ele tem que morrer de uma forma bem brasileira. O professor diz que vai ser uma execução difícil.

Sonia diz à mãe que não queria se casar em casa. Virgínia explica que, devido à situação, quanto mais simples melhor.

Ela ainda reclama que não quer morar com seu pai depois do casamento. Virgínia diz que o dinheiro que ela e Patrícia ganham não dá pra sustentar um aluguel.

As duas dizem que a criança virá com uma grande missão de paz. André e seu pai brigam por causa do casamento.

Lincon se arrepende e chama o filho para ter uma conversa. Ele aconselha o filho a tomar cuidado com Ajuricaba.

Karina agradece a Flores por confiar nela. Nicolau diz a Karina que ela tem que ir morar o mais rápido possível na fazenda.

Ela diz que não pode sair de casa de uma hora para outra e ele a tranqüiliza dizendo que vão preparar a chegada dela. Célia conta a Bruno que o prefeito pretende fazer o dia da cachaça em Ribeirão.

Ele recebe um telefonema da obra e fica assustado. O mestre de obras do resort diz a Bruno que os operários estão inquietos com a notícia da paralisação.

Ele fica nervoso e diz que vai correndo até lá. Bruno pede para Célia ligar para Arminda e pedir para ela ir até a obra.

Arminda conta a Querêncio o problema no canteiro de obras. Ele decide ir falar com os funcionários.

Quinta-Feira, 26 de Outubro

Capítulo 168: Marisa e Arminda o aconselham a não ir, mas ele diz que é do povo e vai até eles.

Bruno e Matias ficam desesperados enquanto um operário discursa para o resto. O professor mostra uma bomba artesanal para sereno.

Flores diz a Sereno que pretende explodir a prefeitura. Ele diz que o Comando Invisível tem que falar para os operários virem em marcha para a cidade e invadirem a prefeitura.

Sereno vai repassar a ordem para o Comando. Querêncio chega a obra para conversar com os trabalhadores.

Bruno e Matias ficam mais tranqüilos. Léia conta a Joca sobre a ira dos operários e que o prefeito foi até lá apaziguar a situação.

Ele quer saber seArminda foi também e sua mãe diz que não. Querêncio começa a discursar e Jorge o interrompe.

O prefeito o chama de companheiro e o operário diz que ele não é companheiro de bacana. A confusão se alastra e todos gritam que vão quebrar as coisas.

Lincon chega com sua máquina e pergunta a Bruno o que está acontecendo. Joca mexe no grampo que fez no casarão.

Flores arma a bomba. Ele vai até a janela e vê Joca andando disfarçando.

Ele diz que a hora de Joca está chegando. Joca troca as fitas do gravador sem ser percebido.

Ele vai até o trabalho de Arminda. Ela conta a Joca os problemas com os operários.

Ele diz que o professor vai aproveitar da confusão para tentar alguma coisa. Ela fica preocupada e pede para que ele tome cuidado e eles se beijam.

Flores diz ao general que eles conseguiram e que ele está empenhado em fazer os trabalhadores reagirem. Completa que ele terá uma notícia bombástica.

Querêncio fica chateado por não ter conseguido nada com os operários. Matias diz a ele que Jorge é representante do Comando Invisível.

Jorge propõe aos outros operários irem para cidade fazer uma passeata. Karina diz a Zuleide que mandou as fotos para Filomena.

Virgílio recebe a encomenda de Filó e põe no quarto dela. Filó chega à prefeitura e Sancha diz a ela que o pai foi até o canteiro tentar resolver a situação com os operários.

Sexta-Feira, 27 de Outubro

Capítulo 169: Sancha pergunta a Filomena se ela pretende contar a seu pai sobre seu salto de paraquedas.

Filó acha que seu pai ficará zangado com a notícia e Sancha a aconselha a esperar seu pai voltar para contar. Querêncio volta para a prefeitura e é recebido por Sancha e sua filha.

Os três conversam sobre o problema na obra. O novo prefeito, decepcionado, conta que esperava outra reação dos operários e Sancha o adverte que ele não faz mais parte do povo.

Filó deixa para contar a novidade outro dia. Bruno conta a Arminda que os trabalhadores saíram do canteiro de obras e a adverte que sabia que a situação ia acabar assim.

Filomena encontra Karina e as duas trocam alfinetadas. Filó conta a ela que está bem com seu marido e que até pulam de paraquedas juntos.

Karina fica irritada e diz para ela temer os perigos da terra e não do céu. Tito conta para sua mãe que o congresso nacional de turismo de aventura vai ser em Ribeirão e que será ótimo para pousada.

Clorís diz a seu filho que fica feliz por ele e sua esposa estarem se entendendo. Tito diz a ela que talvez o relacionamento dê certo.

Mateus comenta com Newton que acha que não tem chances com a Filomena e o amigo o aconselha a investir em outra garota. Os operários chegam à praça em passeata.

Sereno vê e vai contar a Flores. Joca e Alfredo estão conversando no bar e escutam o barulho dos trabalhadores na praça.

Romeu chega contando que os operários estão na praça protestando. Joca pede uma cachaça para acompanhar de perto a bagunça.

Arminda pede ajuda á polícia para proteger a empresa. Ela diz a Teixeira que tem medo de ficar com papel de Judas e ele diz a ela que isso não terá, pois foi um problema de responsabilidade e competência.

Fonte: Resumo Novelas da Record “Ribeirão do Tempo” Resumo dos próximos capítulos