“Escrava Mãe” Resumo dos Próximos Capítulos | Resumo das novelas Globo, SBT, Record, Canal Viva e Band

“Escrava Mãe” Resumo dos Próximos Capítulos

Resumo Escrava Mãe. Saiba mais sobre a novela da Record “Escrava Mãe” e confira o resumo dos próximos capítulos: Um navio negreiro navega em direção ao Brasil trazendo mulheres e homens capturados na África, que aqui serão vendidos como escravos. Entre eles, está Luena, que é abusada sexualmente pelo feitor Osório durante o trajeto. Ao chegar ao Brasil, Luena dá a luz a Juliana, mas morre logo após o parto. Juliana é então, criada pela família do Coronel Custódio Avelar como serva familiar, trabalhando em um engenho chamado, “Engenho do Sol”. O português Miguel, ao chegar ao engenho, se apaixona por Juliana, mas para viverem esse amor vão ter que enfrentar as armações do Comendador Almeida, filho do Coronel Custódio que se apaixonou pela bela escrava; e de Maria Isabel que vai se encantar por Miguel. …ler a sinopse completa

Algumas histórias são tão marcantes que atravessam gerações. É o caso de A Escrava Isaura, obra de Bernardo Guimarães. A trajetória da escrava de pele clara que vivera perseguida pelo obcecado senhor Leôncio ganhou o mundo pelas páginas e telas, tornando-se uma das mais conhecidas tramas brasileiras.

Mas toda história tem um começo. E nada disso aconteceria sem os personagens e enredos de Escrava Mãe, novela de Gustavo Reiz, livremente inspirada no clássico literário. A história inicia-se em 1789, na região de Angola, na África, principal mercado abastecedor de escravos para as plantações de cana-de-açúcar do Brasil. É de lá que são trazidos os africanos Kamau e Luena, a bordo de um navio negreiro. Ao chegarem em solo brasileiro, os dois conseguem fugir e recomeçam suas vidas em liberdade, mas sempre assombrados pelo terror da escravidão.

Quando uma nova vida se anuncia, Luena frustra-se ao notar a pele mais clara da filha: aquela criança era fruto da violência que sofrera durante a travessia do oceano. Os mesmos homens que invadiram a tribo na África, comandados pelo vilão Osório, retornam para buscar a “mercadoria” que haviam perdido. Luena morre ao dar à luz, mas consegue entregar o bebê ao menino Sapião (Sidney Santiago), que foge desesperadamente enquanto Kamau é aprisionado, prometendo um dia voltar para buscar aquela criança, a quem considerava sua filha.

Sapião é acolhido numa grande fazenda açucareira, a Engenho do Sol, e a menina, que ganha o nome de Juliana, será criada com Teresa e Maria Isabel, filhas do coronel Custódio e dona Beatrice Avelar. Se aquele momento já representava uma mudança brusca na vida de Juliana, sua história seria ainda mais repleta de reviravoltas e emoções. Ao completar 18 anos, Juliana conhece a verdade sobre seu passado, revelado por Tia Joaquina. Grande amiga da sinhá Teresa, de quem sempre fora mucama, Juliana fica completamente perdida ao saber que era fruto de uma violência. Jura a si mesma que jamais deixaria um homem branco tocá-la. E é num momento de desespero que ela conhece o jovem português Miguel, um viajante em busca de trabalho na Vila de São Salvador.

No tão marcante ano de 1808, quando a corte portuguesa se transfere para o solo brasileiro, a Vila de São Salvador vivia um momento próspero, sendo bastante beneficiada pelo ótimo desempenho da cultura da cana-de-açúcar. Além de aumentar o poder dos senhores de engenho, isso também atraía bastante gente para a região, em busca de melhores condições de vida. Mas a verdade era que Miguel buscava respostas para um grande mistério que envolvia a morte de seus pais.

O rapaz será o grande amor da vida de Juliana, mas também despertará o interesse de Maria Isabel, a filha do coronel Custódio, que nunca se conformara com o tratamento diferenciado que a escrava recebia. Contando com a fiel e sarcástica mucama Esméria, Maria Isabel não medirá esforços para prejudicar Juliana, jamais aceitando ser afrontada por uma escrava. Como se não bastasse a perseguição da sinhá, Juliana também enfrentará um obstáculo muito poderoso, o Comendador Almeida.

Ao casar com Teresa por um arranjo que tiraria sua família da ruína financeira, Almeida se torna o novo senhor da Engenho do Sol e reacende uma rivalidade histórica com a família do coronel Quintiliano Gomes, dono da fazenda Doces Campos. Guilherme, filho deste poderoso senhor, correspondia-se às escondidas com Teresa, que também o amava, apesar da inimizade entre seus pais. O casamento de Teresa e Almeida marcará o reinício de uma guerra entre as famílias mais poderosas da região e uma fase terrível na vida de Juliana, pois seu novo senhor ficará completamente obcecado por ela.

Juntos, Juliana e Miguel viverão uma intensa e movimentada história de amor, enfrentando inimigos poderosos e obstáculos aparentemente intransponíveis, como o preconceito de uma época que vive à sombra da escravidão. Além de uma trama central forte e emocionante, Escrava Mãe conta com outras histórias de amor, aventura, suspense e comédia.

A pensão Jardineira, taverna liderada por Rosalinda, é o ponto de encontro dos homens do lugar. Por conta disso, um assunto recorrente na Vila é a histórica rivalidade entre Rosalinda e dona Urraca de Almeida, mãe do comendador Almeida. D. Urraca sempre se nomeara a defensora da tradição e dos bons costumes, criticando abertamente o comportamento da inimiga e suas florzinhas, Dália, Petúnia e Violeta, que vivem com ela na taverna. A guerra entre as duas geralmente é aplacada pelo capitão Loreto, chefe da guarda e responsável por manter a ordem na colônia.

Num período em que a circulação de informações e novas ideias poderiam representar uma ameaça à Coroa, quem também se torna um problema para o capitão é o professor Átila. Determinado a criar um jornal na Vila e espalhar suas ideias abolicionistas, o escritor desperta o interesse de muitos jovens, como a sinhazinha Filipa, filha do coronel Quintiliano Gomes. Não satisfeita com a realidade das mulheres da época, ela está à frente de seu tempo e não se conforma com o tratamento dado aos escravos. Lutará pela igualdade e tomará para si a missão de descobrir um mistério que rondava a morte de sua mãe.

Com um minucioso trabalho de pesquisa, a vida dos escravos na época colonial é retratada ressaltando a trajetória dos homens e mulheres que contribuíram para a construção de nosso país. A herança cultural, os sonhos, os medos, os anseios por liberdade, o ódio contra a dominação e os dois lados do processo de exploração são alguns dos temas abordados ao longo de toda a trama por meio de personagens como Juliana, Tia Joaquina, Esméria, Catarina, Sapião, Tito Pardo, entre outros. Além de entreter e emocionar, Escrava Mãe é uma novela que traz à tona assuntos importantes sobre a construção do nosso povo, mostrando que relações bonitas e verdadeiras também podem surgir nos momentos mais turbulentos. E as histórias que atravessam o tempo, como o amor de Juliana e Miguel por sua filha Isaura, merecem ser contadas desde o início. …Fechar

Confira o resumo da novela Escrava Mãe e fique por dentro dos próximos capítulos

SEGTERQUAQUISEX
26
12
27
12
28
12
29
12
30
12
02
01
03
01
04
01
05
01
06
01



Segunda-Feira, 26 de Dezembro

Capítulo 149: passados alguns dias, Kamau preocupado, diz a Tia Joaquina, Catarina e Tito Pardo que Juliana precisa fugir com ele, pois ela não vai conseguir lidar com os avanços de Almeida por muito mais tempo.

Esméria está brava com Zé Leão que não consegue finalizar o antídoto para salvar Catarina. Maria Isabel tem aulas de música com Kamau quando Juliana surge na sala e o surpreende.

Maria Isabel sai e Kamau e Juliana conversam. Juliana diz que Almeida está cada vez mais obcecado e que já dá sinais de que a violência irá voltar.

Kamau diz à Juliana que chegou a hora. Ele pede que ela o encontre no Mirante das Lágrimas.

Maria Isabel estava escondida, ouvindo tudo, satisfeita. Chega o dia do noivado de Filipa.

Ela está com um lindo vestido. Bá Teixeira termina de abotoá-lo e diz que ela está linda e que ficará mais linda ainda quando estiver vestida de noiva.

Filipa diz à Bá Teixeira que ela não a verá vestida de noiva para se casar com Dr. Pacheco.

Terça-Feira, 27 de Dezembro

Capítulo 150: Rosalinda e Dália procuram por Dorinha.

Filipa aparece na sala e Quintiliano assina o termo de compromisso. Genésio entra apressado na sala e logo atrás Urraca.

Furiosa, Urraca diz que que metade da sociedade das senhoras distintas da Vila já foi cortejada por Dr. Pacheco.

Urraca completa dizendo que Dr. Pacheco ainda obrigava as senhoras a emprestar dinheiro que perdia no jogo.

Todos na sala ficam espantados. Nestor diz para todos na Câmara que está para acontecer um levante do povo.

Neste momento, Almeida pede que o prendam por fomentar contra à Coroa. Dr.

Pacheco diz que não tem mais nada a fazer já que o documento estava assinado. Filipa pega o documento das mãos de Dr.

Pacheco e o rasga. Neste momento Átila entra na sala, diz que pode explicar tudo para Quintiliano e pede a mão de Filipa em casamento.

Miguel e Juliana chegam ao quilombo e são recebidos por Guiné que oferece proteção à Juliana. Miguel diz que vai atrás dos inimigos.

Maria Isabel corre para abraçar Miguel que se afasta. Ela se declara, mas ele diz que só voltou por causa do amor que sente por Juliana.

Miguel diz que precisa conversar com Almeida, que neste momento aparece na sala. Almeida se assusta com a presença de Miguel e avisa que se voltou para pedir em nome de uma certa escrava, perdeu seu tempo.

Miguel avisa que trouxe documentos que comprovam que Almeida é bandido e terá de pagar por seus crimes. Átila diz para Filipa que continuará a busca por sua filha, mas ao lado da mulher que ama.

Urraca diz para Dr. Pacheco não perder a oportunidade de se tornar um Barão e o empurra no sofá.

Ela diz para Dr. Pacheco não resistir e ele fica espantado com a atitude dela.

Nestor é preso e Belezinha e Irani vão falar com ele. Guilherme diz a Nestor que a justiça será feita.

Miguel revela a Almeida que descobriu que ele falsificou o documento oficial e que não pode exercer a função de magistrado. Diz que Almeida deveria ter sido aprovado na Leitura de Bacharéis, em Lisboa, onde a Coroa ainda estava presente, mas ele não passou por nada disto.

Almeida, com raiva, retira uma arma da gaveta, mas Miguel também pega uma arma de dentro da bolsa.

Quarta-Feira, 28 de Dezembro

Capítulo 151: Maria Isabel, com raiva, procura por Juliana e encontra uma carta de despedida.

Tia Joaquina tenta tirar das mãos dela, mas Maria Isabel a enfrenta. Depois de ler a carta, Maria Isabel diz que foi melhor mesmo Juliana ter ido embora com seu pai.

Miguel diz para Almeida que ele será punido não apenas por falsificar um documento oficial, mas também pelos desvios que fez durante as obras de construção da estrada, deixando de pagar o que devia ao Príncipe. Miguel dá um prazo para Almeida oficializar a liberdade de Juliana até o dia seguinte e sai.

Almeida fica furioso. Maria Isabel vai atrás de Miguel pedindo perdão mas ele a ignora.

Maria Isabel grita para Miguel dizendo que Juliana e ele jamais ficarão juntos. Miguel vai atrás de Kamau na casa de Esméria.

Miguel pede perdão a Kamau pelo mal que seu pai o fez. Maria Isabel conta para Almeida que Kamau é pai de Juliana.

Osório escuta e, com muita raiva, diz que sabia que o conhecia de algum lugar. Miguel diz para Kamau que tem planos com Juliana, mas precisa da permissão do pai para realizá-los.

Maria Isabel, Almeida e Osório, muito nervosos, planejam alguma coisa contra Juliana, Miguel e Kamau. Maria Isabel revela que Kamau levou Juliana para um quilombo.

Almeida manda matar todos os escravos do quilombo. Tia Joaquina vai ao quilombo e conta para Juliana que Maria Isabel já sabe de tudo.

Tia Joaquina arruma Juliana para o casamento. Miguel se aproxima de Juliana e beija sua mão.

De longe, uma pessoa observa tudo.

Quinta-Feira, 29 de Dezembro

Capítulo 152: Miguel e Juliana estão felizes, um diante do outro.

Tia Joaquina se aproxima e Tito Pardo também está presente. Tia Joaquina aconselha que é hora deles selarem a união.

É quando Kamau surge ali, tenso, dizendo que o casamento deles não pode acontecer, para espanto de todos. Esméria está nervosa diante de Osório e diz que não sabe onde está Viriato, (Kamau).

Osório revela que sabe que ele é Kamau, o escravo que fugiu e Esméria tenta disfarçar a surpresa e mantém a mentira. Genésio chega e parte pra cima de Osório com ódio.

Almeida está furioso diante de Urraca, procurando papéis em algumas pastas por ali. Ele diz a Urraca que Miguel voltou da África com provas contra ele.

Urraca sugere que Almeida dê Juliana a Miguel para ficar livre de acusação. Almeida insiste que deve haver outra solução e que Urraca precisa lhe ajudar.

Urraca se nega a ajudar Almeida e diz que não derramará uma gota de suor para ajudá-lo. Ela lembra que o pai dele pagou seus estudos em Coimbra e que, se ele falsificou, foi porque quis.

Urraca lembra Almeida que só voltou ao solar, graças a Miguel. No quilombo, Kamau está nervoso diante de Miguel, Juliana, Tia Joaquina, Tito Pardo e quilombolas.

Juliana se adianta e vai até ele, pedindo que não a impeça de se casar com Miguel. Juliana convence Kamau e pede que ele faça a cerimônia.

Kamau se emociona e aceita. Genésio é ferido por Osório e Esméria o ajuda com o ferimento.

Catarina dobra algumas mantas da casa-grande com dificuldade e Maria Isabel a chama. Maria Isabel diz que Catarina precisa ajudá-la a convencer Miguel quando voltar à tarde, dizendo que ela mudou e que, durante sua ausência, Juliana se entregou a Almeida, enquanto ela permaneceu esperando-o.

Catarina não concorda e Maria Isabel dá uma tapa no rosto de Catarina.

Sexta-Feira, 30 de Dezembro

Capítulo 153: Kamau caminha de braços dados com Juliana, em direção a Miguel.

Kamau entrega Juliana a Miguel e realiza a cerimônia deles. Juliana e Miguel se beijam e são aplaudidos por todos.

Filipa e Átila tentam convencer Quintiliano a aceitar o casamento deles. Guilherme discursa aos populares.

Tomás e Charles distribuem panfletos aos transeuntes. Irani e Belezinha por ali.

Guilherme diz às pessoas que não podem aceitar que um homem honesto e honrado como Nestor continue preso. Petúnia chega e pede para ajudar na distribuição dos panfletos.

Rosalinda conversa com Dália enquanto decora a pensão com flores e diz que vai perdoar Loreto. Miguel beija Juliana e se despede indo a caminho da Câmara.

Kamau o alcança e pergunta se não quer que vá junto. Miguel aconselha Kamau ficar ao lado de Juliana, pois é impossível prever o que poderá acontecer.

Segunda-Feira, 02 de Janeiro

Capítulo 154: Miguel diz a Kamau que se até o final da tarde não voltar, é sinal que deu tudo errado.

Almeida conduz uma charrete por uma estrada. Alguns instantes e Miguel surge na frente dele, a cavalo.

Miguel já aponta uma arma para Almeida. Maria Isabel está ansiosa a espera de Miguel e anda de um lado ao outro pela sala.

Batidas na porta, é Loreto. Maria Isabel fica decepcionada pensando que fosse Miguel.

Loreto diz que precisava falar com Almeida, mas Maria Isabel diz que ele foi até a corte. Em seguida, vem Esméria dizendo que tem assuntos pendentes a tratar.

Maria Isabel e Loreto se surpreendem com sua chegada súbita. Esméria diz cobrir qualquer oferta pela venda de Catarina.

Juliana diz que falará com Almeida e fará o que for possível. Esméria ameaça e diz que Maria Isabel terá que fazer o impossível.

Maria Isabel pede para Esméria ir embora. Quando Esméria vai sair, chega Miguel com uma arma apontada para Almeida e Loreto já se alarma.

Terça-Feira, 03 de Janeiro

Capítulo 155: Almeida e Miguel estão exaltados, diante de Loreto.

Almeida grita e diz que não dará alforria e que os escravos pertencem a ele. Loreto repreende Miguel e diz que ele não pode tratar Almeida daquele jeito e pede para que o acompanhe.

Miguel se recusa a acompanhá-lo e Almeida pede que Loreto expulse Miguel de uma vez por todas. Miguel retira documentos de dentro da bolsa e entrega a Loreto.

Loreto prende Miguel e Almeida que ficam furiosos. Loreto diz que vai analisar os documentos e que no outro dia tomará uma atitude a respeito.

Amanhece e Juliana está nervosa diante de Kamau que não tem notícias de Miguel. Kamau pede à Juliana que fique no quilombo enquanto ele vai até a Vila atrás de notícias.

Quarta-Feira, 04 de Janeiro

Capítulo 156: Guilherme, Tomás, Charles, Irani, Belezinha e Zé Leão estão com mais alguns populares diante de um falatório generalizado.

Guilherme diz que a prisão de Nestor foi arbitrária e que ele já deveria estar solto. Zé Leão diz que ele merece um julgamento digno e que não sairão de lá sem ele.

Loreto entra e pede respeito e ordem. Guilherme diz que enquanto a Câmara for comandada por um homem sem integridade, se referindo a Almeida, mas é interrompido por Loreto que diz que Almeida não será mais o presidente da Câmara.

Irani pergunta sobre Nestor, e ele aparece livre e todos se surpreendem. Belezinha se joga nos braços de Nestor e todos a seguem nos cumprimentos e abraços.

Loreto entra e já abre a cela de Almeida que olha para Miguel, vitorioso. Dois soldados já surgem e algemam Almeida.

Loreto diz a Almeida que ele será levado imediatamente para a corte onde será julgado por representantes da Coroa.

Quinta-Feira, 05 de Janeiro

Capítulo 157: Catarina não aceita a comida que Osório tenta forçá-la a comer.

Ela é acorrentada e fica desesperada. Osório tenta pegá-la a força.

Kamau chega e manda que largue Catarina e diz que voltou para acabar com ele. Loreto encara Miguel ainda preso e diz que nada munda em relação a situação de Juliana, que ela é escrava e pertence ao comendador e que Miguel deve entregá-la ou também será condenado à morte.

Maria Isabel entra, agitada, perguntando o que está acontecendo. Loreto explica os crimes que Almeida cometeu e Maria Isabel fica satisfeita.

Ela diz que, com a ausência da mãe, de Teresa e Leôncio ainda criança, seria a responsável por responder tudo o que diz respeito ao Engenho do Sol, incluindo os escravos. Miguel pergunta onde Maria Isabel quer chegar.

Maria Isabel diz que Juliana pertence a ela e que ele precisa voltar logo. Miguel diz que jamais ficará com ela.

Maria Isabel interrompe e revela que não quer nada com Miguel, que ele não merece seu amor. Maria Isabel exige a Loreto que Miguel entregue Juliana ou seja condenado à morte.

Sexta-Feira, 06 de Janeiro

Capítulo 158: PENÚLTIMO CAPÍTULO.

Fonte: Resumo Novelas da Record “Escrava Mãe” Resumo dos próximos capítulos