Sinhá Moça Resumo dos Capítulos / Canal Viva Novelas | Resumo das novelas Globo, SBT, Record, Canal Viva e Band

Sinhá Moça Resumo dos Capítulos / Canal Viva Novelas

Resumo Sinhá Moça Canal Viva Resumo Sinhá Moça: A novela é inspirada no romance Sinhá-Moça, de Maria Dezonne Pacheco Fernandes, e se passa em 1886, em Araruna, pequena cidade do interior paulista, dois anos antes da promulgação da Lei Áurea. O cenário político da época é protagonizado por monarquistas de um lado e republicanos de outro. A trama conta a história de Sinhá Moça (Lucélia Santos), filha do poderoso Coronel Ferreira (Rubens de Falco), o escravocrata Barão de Araruna, e de Cândida (Elaine Cristina). Sonhadora e romântica, Sinhá Moça se apaixona por Rodolfo (Marcos Paulo), um ativo republicano abolicionista. Ela conhece o rapaz no trem, quando viaja de volta a Araruna depois de terminar seus estudos na capital da província. Assim como Rodolfo, Sinhá Moça tem ideias abolicionistas e faz críticas às atitudes do pai, lutando em defesa dos negros. Junto com Rodolfo e outros jovens abolicionistas, ela luta pela libertação dos escravos. Durante a madrugada, Rodolfo, sob a identidade de Irmão do Quilombo, invade as senzalas e liberta os negros, entregando-os às associações abolicionistas, que os orientam. Nem mesmo Sinhá Moça sabe do disfarce de Rodolfo. Somente no capítulo 66 ele revela a ela seu segredo. A mãe de Sinhá Moça reconhece e aceita as ideias abolicionistas da filha e seu amor por Rodolfo. Fina e recatada, Cândida é submissa ao marido, mas enfrenta as decisões do autoritário Barão, atuando como intermediadora entre ele e a filha.

Confira abaixo o resumo semanal da novela Sinhá Moça

Novela Sinhá Moça Canal Viva: resumo dos próximos capítulos


Capítulo 01 – segunda, fevereiro 2018: Sinhaninha, a filha do Barão, pergunta a Virgínia quem é o pai de Rafael e ela responde que não sabe. Os escravos se desesperam ao ver Pai José nas mãos do feitor Bruno. Ele manda os escravos manterem a cabeça erguida. Bruno explica ao Coronel Ferreira que Pai José estava incitando os outros escravos a lutarem pela liberdade e deve ser castigado. Rafael avisa Sinhaninha e eles seguem para a senzala. Antes de morrer, Pai José conta a Rafael que ele é filho de Coronel Ferreira. Coronel Ferreira fica furioso ao saber que Sinhaninha interferiu no castigo e decide vender Rafael e Das Dores. Das Dores explica ao filho que o Coronel Ferreira não sabe que é seu pai. Rafael se muda da casa grande para a senzala. Quer viver com os outros negros. Sinhaninha pede que Rafael volte e ele responde que não quer mais vê-la, pois é filha do Coronel. Inácio compra Das Dores e Rafael. Sinhaninha chora muito. Inácio explica vai cumprir uma promessa que fez a Aristides, um primo do Coronel, que era apaixonado por Das Dores… Ela descobre que vai receber como herança uma casa e dinheiro para comprar sua alforria e a do filho. Fontes explica a Inez que o filho, Rodolfo, está retornando porque é republicano e abolicionista.. E se meteu em muitas confusões quando morava em São Paulo. O Barão descobre que Sinhá-Moça está voltando no próximo trem, e vem sozinha. Rodolfo conhece Sinhá Moça no trem e se interessa por ela. A princípio ela não lhe dá confiança, mas depois descobre que seus pais se conhecem e que tem assuntos em comum.

Capítulo 02 – terça, fevereiro 2018: Rodolfo elogia a beleza de Sinhá Moça e ela permite que ele viaje a seu lado. Ricardo conta a Ana do Véu sobre a chegada de Rodolfo. Ela adora saber, pois quando eles se casarem, ela poderá enfim tirar o véu que olhe cobre o rosto. Sinhá fala sobre Castro Alves e, por um momento, pensa que Rodolfo é um abolicionista. Mas Rodolfo finge não defender esta causa, declamando versos de amor. Os pais de Ana do Véu ficam exultantes ao saberem da chegada de Rodolfo. Justino ajuda seu irmão Fulgêncio e mais dois escravos a fugirem.Nina diz que fez uma promessa a Santa Rita: caso Rodolfo não se interesse por Ana, ela será freira. O dr. Fontes e Ricardo estranham o cara fechada do Barão na estação. Sinhá não deixa que Rodolfo o ajude com as bagagens com medo da reação do pai. O barão mal fala com Sinhá quando ela desembarca. Justino pede que Adelaide se case com ele para que eles possam fugir, mas ela avisa que não vai ser mãe de um escravo. Bruno manda seus capangas perseguirem os escravos que fugiram. Cândida reclama com Bá sobre a fuga: ingratos! Doutor Fontes recomenda que Rodolfo esqueça o partido republicano. Rodolfo concorda abrir mão de seus ideais para se aproximar de Sinhá. Cândida protege Sinhá da fúria do Barão. O Barão descobre que houve uma fuga de escravos na sua fazenda. Sinhá trouxe presentes para todos, inclusive para Bá. Fontes revela a Rodolfo que Ana do Véu está prometida a ele. Os escravos fugitivos correm perigo: é que se aproxima deles um temível capitão-do-mato.

Capítulo 03 – quarta, fevereiro 2018: O capitão percebe os sinais dos escravos fugitivos e vai atrás deles. Rodolfo confessa ao irmão que está apaixonado pela filha do Barão. Ricardo se mostra preocupado com Ana, prometida como noiva para Rodolfo. Sinhá passeia com Bastião e confessa sentir saudades de Rafael. O feitor estranha a presença de Sinhá Moça na senzala. Sinhá Moça ordena que o feitor liberte o escravo… Bruno se recusa, a princípio, mas acata a ordem. Bruno diz ao Barão que está desconfiado que Bastião ajudou os negros na fuga. Augusto tenta defender seu artigo, mas os outros abolicionistas pedem precaução. Fontes quer dar uma satisfação a Manoel Teixeira, pai de Ana, mas Rodolfo diz não ter nada com isso. Em vez disso, ele quer visitar o Barão e se encontrar com Sinhá Moça. Os abolicionistas elogiam o artigo de Augusto, mas têm medo da opinião do Barão. Coutinho teme a falta de mão de obra para a lavoura caso a abolição vingue. O Barão se zanga com Sinhá Moça por ter libertado o escravo. Cândida pede que a filha não interfira mais nos assuntos do pai. Fontes conta a Rodolfo como o Barão se estabeleceu em Araruna. Ricardo avisa a família de Ana que Fontes e Rodolfo vêm visitá-los nesta noite. Rodolfo finge ser escravagista e ganha a admiração do Barão. Mas Sinhá o detesta e se retira da sala. Cândida acha que Rodolfo se interessou por Sinhá.

Capítulo 04 – quinta, fevereiro 2018: Fontes convence o filho a visitar Ana, para tentar resolver a situação do noivado. Ela se apresenta para Rodolfo de véu, deixando-o pasmo. Fontes pede que Nina deixe Ana tirar o véu, mas ela nega, irritando Rodolfo. O advogado vai embora e deixa Ana arrasada. O capitão-do-mato leva Fulgêncio e os outros escravos para a cadeia. Virgínia percebe que Sinhá Moça está irritada com Rodolfo porque no fundo gostou dele. O Barão deixa claro para Cândida que achou Rodolfo um ótimo pretendente para Sinhá Moça, deixando-a preocupada. Augusto diz a Juliana que sua missão é defender os negros. Ele escreve um bilhete dizendo que a ama. Juliana se comove. Bastião confessa para Sinhá Moça que deu sua canoa para Fulgêncio. Augusto é obrigado a mudar o tom de seu artigo. Frei José dá a ele um artigo, que fala tudo sobre o movimento abolicionista, fingindo criticá-lo. Ele não assina o artigo. Coutinho conta para o Barão que há alguns abolicionistas na cidade. Sinhá Moça pede que o Barão seja clemente com os escravos capturados, mas ele repete que não quer que ela se envolva. Fulgêncio é petulante com o Barão, que ao castigá-lo, prejudica sua visão.

Capítulo 05 – sexta, fevereiro 2018: Rodolfo é levado para conhecer o delegado. Sinhá Moça fica furiosa ao saber que o Barão atingiu Fulgêncio e decide ir à senzala cuidar dele. Bruno diz que só conheceu um negro teimoso como Fulgêncio. Justino sabe que ele se refere a Pai José. Rodolfo se preocupa com os escravos que fugiram da fazenda do Barão, pois sabe que vão ser muito castigados. O Barão não permite que Sinhá Moça cuide de Fulgêncio. Cândida comenta com a filha que o Barão gostou de Rodolfo. Mas ela jura que o detestou. Fulgêncio pede que não chorem por ele. Justino garante a Adelaide que vai vingar Fulgêncio. As moças riem de Rodolfo por ele ser o prometido de Ana do Véu. Ana se revolta com a promessa de Nina. Rodolfo zomba de Ana para Ricardo, que fica irritado com ele. Rafael chega à Araruna e se apresenta como Dimas. Juliana pergunta a Frei José por que Augusto nunca lhe fala de sua mãe. Frei José desconversa. O Barão diz a Fontes que já sabe das reuniões abolicionistas que têm ocorrido na cidade. Ele diz que o país vai à falência caso acabe a escravatura. Sinhá Moça vai escondida até a senzala e cuida dos olhos de Fulgêncio. O Barão fala para Fontes que gostaria que Rodolfo se casasse com Sinhá Moça, deixando-o atônito.

Capítulo 06 – sábado, fevereiro 2018: Bastião conta para Sinhá Moça que Justino idealizou a fuga de Fulgêncio, mas que não fugiu pois quer levar todos para o quilombo. Fulgêncio conta a Bentinho que Sinhá Moça é uma santa por ter cuidado dele. Sinhá justifica sua atitude com Cândida. Fontes diz a Rodolfo que o Barão quer que ele se case com Sinhá Moça, deixando-o radiante. Ricardo se preocupa com Ana, mas Rodolfo não lhe dá atenção. Dimas pede a Augusto um emprego no jornal em troca de casa e comida. Augusto e Juliana ficam encantados com a proposta. O Barão deixa claro para Sinhá Moça que acha Rodolfo um bom partido. Ela fica indignada, mas finge aceitar a vontade do pai. Dimas pede que Augusto e Juliana não lhe façam nenhuma pergunta sobre seu passado e afirma apenas que nasceu em Araruna. Os dois ficam ressabiados, mas concordam. Os negros cantam com alegria. Fulgêncio diz a Justino que não quer mais fugir, quer ser escravo de Sinhá Moça. Virgínia diz ao Barão que gostaria de conhecer seu filho. O Barão se sente incomodado com a conversa e pede que ela esqueça o assunto. O feitor acaba com a cantoria. Ricardo vai à casa de Ana com um recado de Rodolfo. Ricardo avisa Ana que o irmão não vai mais honrar o compromisso, pois gosta de outra pessoa. Ela fica arrasada. Ricardo diz a Nina que vai representar o irmão no noivado. Rodolfo vai visitar o Barão e faz discursos a favor da escravidão. O Barão diz ao advogado que quer que ele represente Araruna junto ao Imperador.

Fonte: Resumo Novelas Canal Viva Sinhá Moça resumo dos próximos capítulos